Doença de Lyme – saiba mais sobre a doença que afetou a cantora Avril Lavigne.

avril_lavigne
Nesta segunda-feira a cantora canadense, Avril Lavigne, concedeu uma entrevista para o programa Good Morning America e se emocionou falando sobre o seu tratamento rumo a recuperação da doença de Lyme, que a artista contraiu no ano passado durante sua turnê.

A canadense falou que está tomando diversos antibióticos e descansando em sua casa. “Estou na metade do meu tratamento. Estou bem melhor, vendo muitos progressos. Estou muito grata por saber que vou ter uma recuperação de 100%”, disse.

Ela afirmou que quando obteve um diagnóstico sobre a doença, foi o pior momento da sua vida. “Vi o meu médico de imediato, fiz exames de sangue, fui examinada e eles realmente não sabiam o que havia de errado”.

O que é Doença de Lyme?

carrapatos - doença de lyme

A doença de Lyme é uma infecção bacteriana transmitida por carrapatos, muito comum na América do Norte e na Europa.

Ela recebe esse nome por conta dos diversos casos que ocorreram em 1997 na cidade de Lyme, em Connecticut (EUA). Pelo fato de um dos principais sintomas ser inchaço e dor nas articulações, acreditava-se que era artrite. Porém, como os casos eram agudos (os sintomas desapareciam) e afetavam apenas adolescentes, os pacientes foram estudados e a doença de Lyme foi descoberta. Apesar disso, acredita-se que a doença seja muito mais antiga.

EXAMES LABORATORIAIS DE PARASITOLOGIA,
VOCÊ ENCONTRA NO INSTITUTO DE BIOMEDICINA DO ABC.
www.ibabc.com.br

Causas

A doença de Lyme é causada pela bactéria Borrelia burgdorferi, mas a transmissão acontece através de carrapatos. Eles carregam essas bactérias e que podem transmiti-las para os seres humanos por meio de picadas. Os carrapatos são marrons e aderem na pele, onde podem permanecer por bastante tempo enquanto sugam o sangue do hospedeiro. Os locais preferidos do corpo humano para os carrapatos são axilas, couro cabeludo e região da virilha.

Para transmitir a doença, os carrapatos devem ficar aderidos à pele do hospedeiro por 36 a 48 horas no mínimo. Quanto menor o carrapato, maiores são as chances de eles transmitirem a doença de Lyme, pois são mais difíceis de serem detectados.

Quando são transmitidas, as bactérias entram na pele através da picada e invadem a corrente sanguínea, espalhando-se pelo corpo.

Diagnóstico de Doença de Lyme

lyme sintomas

Os sinais e sintomas da doença de Lyme costumam variar muito de pessoa para pessoa e são muito comuns a outras condições de saúde também, por isso o diagnóstico pode ser difícil de ser feito. Além disso, há outras doenças que podem ser transmitidas por carrapatos também.

Se você não estiver com erupções cutâneas na pele, que são características da doença de Lyme, o médico pode lhe fazer perguntas detalhadas sobre seu histórico médico e fazer um exame físico. Testes de laboratório para identificar anticorpos para as bactérias causadoras da doença podem ser usados para ajudar a confirmar o diagnóstico. Estes testes são mais confiáveis algumas semanas após uma infecção, pois seu corpo já terá tido tempo para desenvolver anticorpos. Eles incluem:

  • Teste ELISA (EnzymeLinked Immunosorbent Assay, na sigla em inglês), que é um teste imunoenzimático que permite a detecção de anticorpos específicos
  • Teste Western blot, quepode ser feito para confirmar o diagnóstico após o ELISA dar positivo
  • A Proteína-C Reativa (PCR) é um exame usado para medir uma eventual inflamação nos olhos e no fígado.

Fontes: G1 / Portal Minha Vida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s