Dia do Beijo. Confira 8 curiosidades sobre a mais famosa demonstração de amor.

tipos_de_beijos

Hoje, 13 de abril, o dia do beijo! A gente sabe que beijar é muito bom. Mas junto com o beijo existem um monte de informações curiosas. Quer saber mais? Confira.

1. Durante o beijo é possível haver uma trocar de até 80 milhões de bactérias 

Segundo um estudo feito pela Universidade de Amsterdam, na Holanda, durante um beijo de dez segundos, pode haver uma troca de até 80 milhões de bactérias. Mas essa troca de microorganismos só é saudável se ambas as pessoas apresentarem boa higiene oral, com escovação adequada e o uso regular do fio dental.

Agora outra curiosidade: a língua é o ambiente bucal preferido pelas bactérias para criar suas colônias, por isso sua higienização também é fundamental para a saúde da boca.

2. Muitas dessas bactérias são do bem e ajudam a melhorar o sistema imunológico
Segundo Celso, vários estudos vêm mostrando que é possível que a presença de bactérias diferentes em nosso corpo possa contribuir com o sistema imunológico. Isso porque, por elas serem “estranhas”, o organismo se arma para combatê-las (caso precise), ficando mais forte.

3. Beijar gasta calorias
Sim, cerca de 12 calorias são gastas durante um beijo intenso. Mas não fale só ficar beijando e ter uma vida sedentária.

4. Beijar movimenta cerca de 30 músculos da face e pode ajudar as bochechas a ficarem menos flácidas
Isso mesmo, quando estamos beijando vários músculos da nossa face se movimentam ao mesmo tempo numa verdadeira academia facial. Agora, se isso vai realmente deixar nossas bochechas menos flácidas, não há estudos que comprovam essa teoria. Mas não custa tentar, né?

5. É possível contrair doenças beijando
Exatamente. Isso porque várias doenças podem ser transmitidas pela saliva, como a mononucleose (famosa doença do beijo), a herpes e a gripe. Agora, transmitir cárie ou doenças gengivais pelo beijo é muito improvável.

6. Beijar relaxa
Sim, um beijo apaixonado inunda o cérebro com substâncias químicas que inicialmente aumentam o batimento cardíaco e depois trazem uma sensação de bem-estar e prazer que podem elevar o nível de relaxamento ou, dependendo da situação, preparar o corpo para o sexo.

“O beijo aumenta a quantidade de dopamina que está relacionada aos sentimentos de atração e desejo, libera o hormônio oxitocina (conhecido como hormônio do amor) e reduz a quantidade do hormônio do estresse o cortisol. Além disso, beijos fraternos aumentam a ligação entre membros de uma mesma família ou comunidade”, diz Celso.

7. O beijo pode ser tão viciante quanto às drogas
Mas esse vício é totalmente benéfico. O bem-estar e o prazer que um beijo pode causar, pelas substâncias produzidas e liberadas durante o ato, são capazes de fazer com que a pessoa apaixonada o busque cada vez mais e sempre que possível, como um vício. Mas um vício muito bom.

8. Beijar ajuda na limpeza dos dentes
Além de o beijo incentivar a pessoa a cuidar mais do seu hálito, afinal, ninguém quer beijar com um bafo, ele também ajuda a combater o problema da “boca seca”. Isso porque o beijo estimula as glândulas salivares e aumenta a salivação. E para quem não sabe, a saliva é o detergente natural da boca, responsável por deixá-la sempre limpa e umedecida.

Fonte: Terra

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s